31 de agosto de 2015

Enterro da policial que foi assassinada ocorre em clima de revolta com a insegurança

A profissional foi assassinada na PE-18 em Abreu e Lima na manhã do sábado (dia 29)                                                                  Enterro da policial Tatiane ocorreu no final da tarde deste domingo (30/08) no Cemitério de Casa Amarela / Alexandre Gondim/JC Imagem

Enterro da policial Tatiane ocorreu no final da tarde deste domingo (30/08) no Cemitério de Casa Amarela

Alexandre Gondim/JC Imagem

Com um clima de emoção e revolta, foi enterrada no final da tarde ontem a agente policial Tatiane Ribeiro de Melo, de 35 anos, no cemitério do Bairro de Casa Amarela. Ela foi assassinada na PE-18 em Abreu e Lima por ter reagido a um assalto por volta das 11h30 do último sábado (dia 29). Familiares, colegas da faculdade de Direito e muitos policiais compareceram ao enterro. Ao sair do velório, o caixão foi aplaudido pelos presentes. Antes do enterro, os policiais da Coordenação de Operações e Recursos Especiais (CORE) fizeram uma salva de tiros de fuzil. Entre os policiais, a insatisfação é grande com a “insegurança que está aumentando”, segundo vários policiais civis que foram se despedir da colega.
O Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol) divulgou uma nota de pesar pela morte da policial dizendo que: "toda a polícia civil está de luto, por tratar-se de uma mãe, profissional e companheira de trabalho, que tombou vítima da crescente violência no Estado de Pernambuco. O Sinpol é solidário com família e amigos e exige punição exemplar do assassino vivo ".                                Fonte NE10

30 de agosto de 2015

Comando Geral da PM divulga nota sobre assassinato do cabo Adriano Batista, morto por um soldado

Corporação informa que as investigações correrão por conta da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP)                                                                                                                                                                                                                                         Comandante Geral da PM, coronel Pereira Neto, definiu o crime como fútil e covarde / Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Comandante Geral da PM, coronel Pereira Neto, definiu o crime como fútil e covarde

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Em nota divulgada na tarde deste domingo (30),  o Comando da Polícia Militar de Pernambuco esclareceu a posição da corporação sobre as circunstâncias que envolvem a morte do cabo Adriano Batista da Silva, 41, vítima em serviço de disparo de arma de fogo efetuado pelo soldado Flávio Oliveira da Silva, 32, na manhã deste domingo. flávio trabalhava de patrulheiro na viatura comandada pela vítima.
"O comando Geral da PM esclarece:
O Cb Adriano era responsável pelo patrulhamento ostensivo motorizado nos bairros de Guabiraba/Pau Ferro, com ele trabalhando o autor do disparo e uma policial militar feminino, que presenciou o crime;

- Hoje seria o quarto serviço que a equipe estaria trabalhando junto, não havendo qualquer relato anterior que indicasse desentendimentos entre os componentes da guarnição;

- O Sd Flávio, responsável pelo disparo, tem 6 anos na PM e já serviu no 17º BPM, com sede em Paulista, e no 19º BPM, em Boa Viagem, de onde foi transferido, por permuta, com outro polical para o 11º BPM, em Casa Forte. A permuta é um procedimento administrativo de movimentação de policiais militares para as unidades da Corporação e tem como princípio o interesse das partes envolvidas, sendo o sd Flávio apresentado no batalhão atual no último dia 03 para exercer suas funções policiais militares;

- O tiro fatal aconteceu logo depois que a equipe assumiu o serviço e próximo ao açude de Apipucos, zona Norte do Recife. Na ocasião o Cb Adriano retornaria para a sede do 11º BPM com o objetivo de substituir o suspeito por outro policial, já que entre eles estava havendo, na data de hoje (30), um desentendimento sobre temas ideológicos. Após ser atingida pelo disparo, a vítima, que dirigia a viatura, perdeu o controle da guarnição, que logo, com a intervenção da policial feminino, conseguiu colidir em um poste e outro veículo particular, evitando cair no açude da região. De imediato, a PM, em estado de choque, seguiu correndo para a sede do 11º BPM, distante cerca de 400 metros do ocorrido, onde solicitou ajuda de colegas, que fizeram a prisão do patrulheiro, ainda no local do crime.

O fato, que choca a sociedade Pernambucana e toda família policial militar, tem recebido a atenção do Comando Geral, que já empenhou as equipes de oficiais do Centro de Assistência Social e do setor de Psiquiatria da PM, bem como dos 11º BPM, 17º BPM, 19º BPM e o serviço reservado da Corporação, com o objetivo de entender o que pode ter motivado a solução fútil e covarde com que se deu desfecho deste caso.

Até aqui, o que se sabe é que o sd Flávio já passou por intervenções cirúrgicas neurológicas e no ano de 2013 foi atendido pelo núcleo de Apoio ao Dependente Químico (NADEQ), por uso de álcool, e pelo Gabinete de Psiquiatria da Corporação, de onde recebeu alta médica, reabilitando-o para o serviço policial militar.

No que diz respeito às questões étnico-racial, que se especula, em princípio, ter sido a motivação de uma discussão entre as partes, a PM, desde o ano de 1998, preza nas suas matrizes curriculares a presença da disciplina de Direitos Humanos, com a inclusão de outras disciplinas e matrizes de conhecimento no campo não só profissionalizante como ético nos diversos cursos no âmbito da Corporação, a exemplo do atual Curso de Formação de Soldados, com 1.117 policiais militares, que estudaram a disciplina de Diversidade Étnico Sócio-Cultural. Ainda no ano de 2013 a corporação incluiu no seu quadro organizacional uma diretoria estratégica de Articulação Social e Direitos Humanos (DASDH), que vem promovendo palestras nas diversas unidades da PM.

Já em relação às circunstâncias de como ocorreram o lamentável e trágico episódio, estas serão esclarecidas durante a investigação, que já está em andamento, por conta da autuação em flagrante delito do suspeito, que foi autuado em flagrante delito na sede da Corregedoria da Secretária de Defesa Social, por crime militar, e que segue, agora, para a sede do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

SEPULTAMENTO - O corpo do CB ADRIANO será enterrado amanhã (31), no cemitério Parque das Flores, em Recife, às 15h. A cerimônia contará com honras militares, que serão realizadas pelo Batalhão de Guarda (BPGd). O Comando Geral determinou luto oficial de três dias em todas as unidades da Corporação.

Coronel Pereira Neto
Comandante Geral"                                                                                                                                           Fonte NE10

Assembleia dos orientadores de trânsito "amarelinhos" foi cancelada por falta de participação

Cerca de 150 dos 400 trabalhadores devem ser desligados até a segunda quinzena de setembro.                      Alfeu Tavares/Folha de Pernambuco
Apenas dez funcionários compareceram à sede da Feconeste, em Santo Amaro, na tarde deste sábado
Uma assembleia extraordinária para discutir e definir os procedimentos a serem adotados em defesa dos empregados da Serttel, os chamados amarelinhos, diante da demissão em massa destes funcionários, ocorreria na tarde deste sábado (29). Entretanto, o não comparecimento de boa parte do grupo acarretou no cancelamento da assembleia, que ainda não foi remarcada. A estimativa é que 150 dos 400 trabalhadores sejam desligados até a primeira quinzena de setembro. 
Segundo o Assessor Jurídico da Federação dos Empregados no Comércio de Bem e Serviço do Norte e Nordeste, João Vicente Muri Neli, apenas dez funcionários compareceram à sede da Feconeste, em Santo Amaro, onde seria realizada a reunião. “A assembleia foi cancelada porque não atingiu o número mínimo estatutário de interessados. Como a assembleia é apenas dos trabalhadores da empresa Serttel, que exerecem a atividade de orientadores de trânsito, e como atingiu um número bem menor do que 50%, nós entendemos de não por nada em deliberação”, explicou.
Fonte Folha PE

Sport faz partida fraca contra Flamengo e perde invencibilidade de 30 jogos em casa


Um dia que deu tudo errado. Assim será lembrado pelos torcedores do Sport o jogo deste domingo, contra o Flamengo. Com um gol tomado no começo do jogo, um atleta expulso ainda no primeiro tempo, parte do mosaico cancelado por falta de torcedores e completamente dominado dentro de casa, o Leão perdeu por 1×0, na Arena Pernambuco. Com esse revés, sobe para sete partidas o jejum leonino no Brasileirão da Série A, distanciando-se ainda mais do G4. A derrota, além disso, quebra a invencibilidade de 30 duelos consecutivos como mandante que o Rubro-Negro acumulava.
O clima de festa e rivalidade deixou o jogo com ares de decisão. A tensão estava no ar e era visível. Torcidas se provocando e jogadores na mesma toada. E tudo saiu como o Flamengo sonhou no primeiro tempo. Com apenas quatro minutos de bola rolando, Canteros achou um rombo na parte esquerda defensiva do Leão e acionou Pará, que cruzou para Éverton cabecear sozinho e abrir o placar. Dos 24 tentos sofridos, 19 foram de cruzamento na área, seja por baixo ou pelo alto.
O gol não intimidou o Leão, que buscava espaços na defensiva carioca, mas esbarrava na própria incompetência, errando passes em demasia, com o trio Marlone, Maikon Leite e Diego Souza num dos seus piores dias. Somente aos 15, em escanteio batido, Matheus Ferraz acertou o travessão. Mas, aos 23 minutos, a coisa ficou feia. Por completa imprudência, Samuel Xavier atingiu a sola na coxa de Alan Patrick e foi expulso, obrigando Eduardo Baptista a queimar uma substituição, sacando Marlone e acionando Ferrugem. Tocando a bola com liberdade, o Flamengo só não aumentou aos 29 porque Renê deu carrinho salvador, após rebote de Danilo Fernandes dentro da área.
Para a segunda etapa, o Leão voltou com Élber e André nos lugares de Diego Souza e Hernane Brocador. A desvantagem numérica e a falta de pegada fazia o time assistir aos cariocas tocarem a bola. Aos 14, grande polêmica. Enquanto os mandantes tinham a posse de bola, Éverton caiu no gramado e Eduardo Baptista mandou o time continuar jogando, alegando cera do flamenguista. Porém, Renê tocou para fora mesmo assim e a torcida não perdoou, vaiando bastante o lateral-esquerdo. Completamente desorganizado, o Sport não conseguia criar e só não tomou o segundo porque o Flamengo desperdiçou várias chances. Rendido em campo, o time ainda teve que aturar os gritos de “olé” da torcida visitante.
FICHA DO JOGO
Sport 0
Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Wendel, Maikon Leite, Diego Souza (Élber) e Marlone (Ferrugem); Hernane Brocador (André). Técnico: Eduardo Baptista.
Flamengo 1
Paulo Victor; Pará, César Martins, Samir e Márcio Araújo; Jorge, Canteros, Kayke (Marcelo Cirino) e Alan Patrick; Émerson Sheik (Paulinho) e Everton Luiz Antônio. Técnico: Oswaldo de Oliveira.
Local: Arena Pernambuco (São Lourenço da Mata). Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC). Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Carlos Berkenbrock (SC). Gol: Éverton (aos quatro do 1ºT). Cartões amarelos: Diego Souza (Sport). Canteros, Pará, César Martins, Émerson Sheik e Kayke (Flamengo). Cartão vermelho: Samuel Xavier (Sport). Público: 34.939. Renda: R$ 1.149. 020,00.                                                   Fonte Folha PE

'Homem-Aranha' é preso após série de assaltos em Vitória


Pelo menos, cinco apartamentos foram alvo em Jardim da Penha.
Jilsemar Oliveira caiu do terceiro andar de prédio nesta madrugada.                                 
Jilsemar Oliveira Santana caiu de terceiro andar de prédio durante assalto (Foto: Divulgação/ Polícia Militar)Jilsemar Oliveira Santana caiu de terceiro andar de
prédio (Foto: Divulgação/ Polícia Militar)
O criminoso conhecido como 'Homem-Aranha' foi preso depois de cair do terceiro andar de um prédio em Jardim da Penha, em Vitória, na madrugada deste domingo (30).
Jilsemar Oliveira Santana, de 29 anos, entrou em um apartamento que fica em um prédio na rua Maria Eleonora Pereira, pela báscula do banheiro, por volta das 4h.
O soldado Leonardo, da 4ª Companhia do 1º Batalhão da Polícia Militar, disse que o suspeito revirou o quarto da dona da casa à procura por objetos de valor, enquanto os moradores dormiam. Ele ele encontrou dois relógios e colocou-os no bolso.
Enquanto vasculhava os armários, foi flagrado pelo filho da dona da casa, um jovem de 25 anos. Neste momento, o suspeito tentou escapar pelo mesmo lugar que entrou, mas escorregou e caiu do terceiro andar do prédio, direto no chão.
Na queda, o suspeito sofreu escoriações e fraturou os dois pulsos. Ele tentou fugir, mas foi detido por moradores.
A Polícia Militar foi acionada e prendeu o 'Homem-Aranha'. Ele foi internado no Hospital São Lucas.
Em poucas palavras, o suspeito disse aos policiais que estava roubando e havia se arrependido após a queda.
Jilsemar seria responsável por, pelo menos, cinco roubos em 25 dias. Ele sempre escalava os edifícios e entrava por janelas ou varandas.
Crimes
A Delegacia da Polícia Civil de Goiabeiras, que atende a região de Jardim da Penha, registroucinco boletins de ocorrência relatando invasão em prédios. O suspeito, caracterizado pela maioria das vítimas como negro, alto e magro, sobe rapidamente nas residências, em uma ação que não demora, geralmente, mais de 15 minutos.
O delegado Leonardo Ávila disse que os prédios invadidos são semelhantes. Sem câmeras de segurança e vigias noturno, com três a quatro andares. Os apartamentos do primeiro e segundo andar, de acordo com informações da Polícia, têm grades nas janelas e, por isso, são mais seguros.
"Nessas grades, o bandido se apoia para conseguir subir no terceiro e quarto pavimento, andares mais vulneráveis porque as janelas raramente têm proteção. Então, a ação, pelo que parece, é audaciosa, mas simples. Ele sobe na grade da portaria do prédio, da portaria ele pula para a grade do primeiro andar, do primeiro para o segundo, do segundo vai para o terceiro, e assim por diante", relata o delegado.                                                        Fonte G1

Cadela morre vítima de choque elétrico em Olinda


Segundo tutores do cão, poste estava mal colocado. Prefeitura afirma ter sido problema de isolamento no equipamento.                                                                                                                                                                                                                           

A cadela se chamava Rebeca e tinha sido levada para passear na orla. / Foto: reprodução/Facebook

A cadela se chamava Rebeca e tinha sido levada para passear na orla.

Foto: reprodução/Facebook

Uma cadela morreu na tarde deste sábado (29) vítima da descarga elétrica de um poste na orla de Olinda, no Grande Recife. O acidente aconteceu por volta das 17h30, em frente à Nacional Turismo/Coobrastur, em Bairro Novo. 
Segundo testemunhas, o tutor estava caminhando com o animal, chamado Receba, quando ele caiu tremendo no chão. No momento, pensaram se tratar de um ataque cardíaco, mas ao tocar na cadela o dono levou um choque e se deu conta da causa da morte.
"Mais uma vez, nós moradores de Olinda sofremos as conseqüências da incompetência de gestão da prefeitura juntamente com a Celpe, que não tem o mínimo zelo pelo bem estar e segurança da população. Minha família e eu nunca nos conformaremos com a maneira que ela se foi, levaremos sempre conosco a dor da ausência de um familiar tão importante e amado, que nunca será esquecido ou substituído. Te amaremos eternamente, Rebeca, a falta que você faz é insuportável", lamentou a estudante Júlia Neves, 15, no Facebook. A garota é sobrinha do tutor que presenciou a morte do animal.
A Prefeitura de Olinda afirmou que a fatalidade se deu por uma falha no isolamento da corrente eltrética do poste, devido a um ponto quente na ligação do equipamento. Segundo secretário de Serviços Públicos, Manoel Sátiro, o problema foi resolvido imediatamento após o acidente.
De acordo com Sátiro, há 26 mil postes no município. Em oito anos, ele declara ter sido a única morte causada por choque elétrico em Olinda. "Por volta das 19h, fizemos inspeção em todos os postes da orla, que estavam sem nenhum problema. O que aconteceu foi um incidente", disse. Sátiro não soube informar se a prefeitura vai tomar alguma medida em relação à família.

Uma pessoa morre e outras três ficam feridas em acidente na BR-101, no Cabo de Santo Agostinho

Uma pessoa morreu e outras três ficaram feridas em um acidente na madrugada deste domingo (30), na BR-101, no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife. Segundo o Corpo de Bombeiros, a corporação foi acionada, por volta da 1h, para o capotamento, que aconteceu embaixo do viaduto que dá acesso à PE-60.
Segundo os bombeiros, o motorista, que não teve o nome divulgado, ficou preso às ferragens e morreu no local. Uma mulher de 35 anos e um homem de 56 foram socorridos e levados ao Hospital Dom Helder Câmara, também no Cabo. A terceira pessoa ferida foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para uma outra unidade hospitalar. O estado de saúde dos feridos não foi informado.
Fonte Folha PE

Soldado é preso após matar cabo, em Apipucos

Crime aconteceu dentro da viatura da PM, no início da manhã deste domingo, por volta das 8h30


Atualizada às 12h40
Um cabo da Polícia Militar de Pernambuco morreu após ser baleado na cabeça, na manhã deste domingo (30), no Açude de Apipucos, na Zona Norte do Recife. O crime foi cometido por um soldado da mesma corporação, dentro da viatura, por volta das 8h30. Os dois eram lotados no 11º Batalhão da PM.
Segundo a polícia, o soldado, identificado como Flávio, teria atirado na cabeça do cabo Adriano Batista da Silva, de 41 anos. Após o disparo, Adriano, que estava dirigindo a viatura da PM, teria perdido o controle do veículo. A viatura, inclusive, chegou a atingir um veículo Gol. Ainda segundo uma policial que estava no carro, os dois discutiram por conta de cotas raciais.
O soldado foi detido e levado ao 11º Batalhão, em Casa Forte, e, em seguida, transferido para a sede da Secretaria de Defesa Social (SDS), onde está sendo autuado em flagrante. Já o cabo foi encaminhado ao Hospital da Restauração, no bairro do Derby, na área Central do Recife. Adriano não resistiu aos ferimentos e morreu no final da manhã deste domingo. 
Adriano era natural de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, e estava na PM há, pelo menos, dez anos. Ele, que era casado, deixou um filho. Adriano serviu no 24ª BPM, em Santa Cruz do Capibaribe e, atualmente, era lotado no 11º BPM. A policial que testemunhou o crime será ouvida.
Em nota, o comando da PM se solidarizou e informou que repudia a forma assustadora e violenta do episódio. Confira: "O comando reconhece que o crime não choca apenas a sociedade pernambucana, como também cerca de 20,3 mil policiais militares, valorosos homens e mulheres, que na causa da segurança pública dedicam suas vidas para proteger o cidadão em todo o território estadual".
Fonte Folha PE

Mulher morre em acidente na Avenida Recife

Joana Emília Ferraz, de 50 anos, estava no banco de trás de uma Hilux quando o carro foi atingido                                      

Caminhão interdita faixas da Avenida Recife / Foto: Reprodução/ Rádio Jornal

Caminhão interdita faixas da Avenida Recife

Foto: Reprodução/ Rádio Jornal

Uma mulher morreu na manhã deste sábado (29) após o veículo em que estava colidir com um caminhão, em Areias, na Avenida Recife. Joana Emília Ferraz, de 50 anos, estava no banco de trás de uma Hilux quando o carro foi atingido. 
O provável motivo do acidente foi a presença de óleo na pista, o que teria deixado o condutor do caminhão sem controle do veículo. 
Joana Emília chegou a ser encaminhada para o Posto de Assistência Médica (Pam) de Areias, mas não resistiu. O caminhão, até às 9h, ainda estava interditando as faixas central e esquerda da Avenida Recife, provocando congestionamento no trecho, já que muitos motoristas estão reduzindo a velocidade para averiguar o que houve. Foi colocada serragem na área da pista em que há suspeita de ter óleo espalhado.
O Grupo de Apoio Tático Itinerante da Polícia Militar está no local e aguarda a chegada do Instituto de Criminalística. 
Fonte NE10

Policial civil é vítima de latrocínio em Abreu e Lima

Crime aconteceu na PE-18, em Abreu e Lima, Grande Recife / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Crime aconteceu na PE-18, em Abreu e Lima, Grande RecifeFoto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Uma agente da Polícia Civil foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte) na manhã deste sábado (29) em Abreu e Lima, no Grande Recife. Tatiana Ribeiro de Melo, 35 anos, reagiu a um assalto na PE-18 e trocou tiros com os criminosos. Ela era lotada na Delegacia de Porto de Galinhas.
Agente Tatiana Ribeiro de Melo, 35 anos, reagiu a assalto e foi morta
Agente Tatiana Ribeiro de Melo, 35 anos, reagiu a assalto e foi mortaFoto: Polícia Civil/Divulgação
Um dos suspeitos, identificado como Álvaro Henrique Cabral, 23 anos, ficou ferido e está sob custódia no Hospital Miguel Arraes, para onde a policial também foi levada, mas não resistiu aos ferimentos.

O segundo suspeito, Thiago José Otaviano da Silva, 25, que estava foragido, foi encontrado pela polícia na tarde deste sábado e preso. Conhecido como "Tiago de Dedé", ele confessou participação e entregou a arma usada no crime e a da agente, que havia sido roubada.

A Polícia Civil divulgou nota em que lamenta a morte da agente, dizendo que está prestando apoio aos familiares da vítima.

"A nossa instituição se entristece na data de hoje, mas ao mesmo tempo se fortalece e mostra a sua determinação e união para darmos uma resposta rápida", disse o chefe da PCPE no comunicado, delegado Antônio Barros.

O delegado seccional de Paulista, Ivaldo Pereira, foi designado para comandar as investigações.

Confira a íntegra da nota:

"A Polícia Civil de Pernambuco informa, com pesar, que a instituição perdeu, vítima de latrocínio em Abreu e Lima, na RMR, a Agente de Polícia Civil da Delegacia de Porto de Galinhas Tatiana Ribeiro de Melo, 35 anos. O fato aconteceu durante a investida criminosa, quando a policial reagiu e baleou um dos criminosos que se encontra sob custódia em hospital. Diligências estão sendo realizadas por equipes da Polícia Civil para identificar, localizar e prender um segundo suspeito.

O Chefe de Polícia, Delegado Antônio Barros designou o Delegado Seccional de Paulista, Ivaldo Pereira para coordenar os trabalhos em campo e sensibilizado Barros disse “a nossa Instituição se entristece na data de hoje, mas ao mesmo tempo se fortalece e mostra a sua determinação e união para darmos um resposta rápida que tenho certeza que virá”.  
                                                                                                                              
A Diretoria de Recursos Humanos da PCPE está em total e irrestrito apoio aos familiares da vítima deste hediondo crime e que deixa dois filhos menores. O local e hora do sepultamento serão comunicados oportunamente."                                                                      Fonte  NE10

Rafael Pereira marca no fim e Náutico vence o Boa Esporte


Fotos: André Nery/JC Imagem
Fotos: André Nery/JC Imagem
O Náutico precisou de um zagueiro para furar a defesa do Boa Esporte e garantir a nona vitória em 11 jogos em casa na Série B. Em uma partida em que o Timbu perdeu um caminhão de gols, o zagueiro Rafael Pereira precisou ir ao ataque para marcar de cabeça o único gol alvirrubro, aos 44 do segundo tempo, no duelo contra o time mineiro, neste sábado, na Arena Pernambuco, pela 21° rodada da Segundona.
A vitória não levou o time ao G-4, mas o deixou com os mesmos 35 pontos do América-MG, quarto colocado. Na próxima rodada os alvirrubros terão um complicado compromisso diante do Criciúma, em Santa Catarina, na próxima terça-feira. Já o Boa permanece na zona de rebaixamento com 23 pontos e recebe o Paraná também na terça.                                                    A vitória do Náutico nas lentes da JC Imagem
Faltou pontaria
O Náutico não começou bem como em outras partidas. O Timbu parecia ainda estar sentindo a goleada para o Luverdense na rodada passada e entrou disperso na arena errando vários passes e sem o ritmo frenético que costuma colocar. Apesar de ter procurado mais o jogo as chances de gol foram poucas, e mal concluídas.
Rogerinho desperdiçou duas oportunidades e não foi o cabeça pensante do meio de campo como Lisca planejou ao colocá-lo como titular. Quem também errou bastante foi Marino. Desligado nos lances ele foi desarmado com facilidade e, com a bola nos pés, não deu prosseguimento as jogadas.
Uma boa oportunidade de abrir o placar foi aos 24 minutos quando João Ananias deixou Rogerinho em boa situação de finalizar, mas ele cortou para a direita e tirou muito da meta do Boa.
Segundo tempo
O técnico Lisca percebeu a partida ruim do volante Marino e o tirou para colocar Bérgson. O time ganhou em ofensividade mais continuou errando na hora de finalizar. Willian Magrão perdeu três boas chances de abrir o placar. O Boa seguia com a marcação na defesa e praticamente não deu trabalho ao goleiro Júlio César.
O jogo encaminhava para um zero a zero e Lisca decidiu apostar todas as fichas colocando Bruno Alves e Hiltinho nos lugares de Lucas Farias e Daniel Morais. O time seguiu insistindo e pressionando o adversário.
Foto: André Nery/JC Imagem
Foto: André Nery/JC Imagem
Quando tudo apontava para um zero a zero sem graça eis que aparece o zagueiro Rafael Pereira. Aos 44 minutos Willian Magrão cruzou no capricho e o camisa 3 subiu livre para marcar o gol da vitória.
FICHA DA PARTIDA – NÁUTICO 1X0 BOA ESPORTE
Náutico: Júlio César, Lucas Farias (Bruno Alves), Rafael Pereira, Fabiano Eller e Gastón Filguera; João Ananias, Marino (Bérgson), William Magrão e Rogerinho; Douglas e Daniel Morais (Hiltinho). Técnico: Lisca.
Boa Esporte: Andrey; Leo Baiano, Raphael Silva, Everton Sena e Pirão (Hugo); Gabriel Dias, Alê, Leonardo (Jonatas Paulista) e Clébson; Felipe Alves (Kleiton Domigues) e Tadeu; Técnico: Nedo Xavier.
Local: Arena Pernambuco. Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE). Assistentes: Victor Oliveira Cruz e Daniel Vidal Pimentel (ambos SE). Gol: Rafael Pereira (aos 44 do 2° tempo) Cartões amarelos: (N) Fabiano Eller, Bergson; (B) Leonardo, Clébson, Leo Baiano. Vermelho: Leo Baiano. Público: 4.479. Renda: R$ 68.835

Santa deixa escapar chance que pode não se repetir na Série B

Foto: Paraná Clube/Divulgação
Foto: Paraná Clube/Divulgação
A vitória não levaria o Santa Cruz para o G4 da Série B, é verdade, mas os pontos perdidos na derrota de 3×2 para o Paraná, neste sábado, na Vila Capanema, podem fazer falta mais na frente para o Tricolor, que deixou de se aproximar de vez do grupo de quatro melhores na Segundona. Claro que ainda é cedo para cravar uma certeza sobre isso, mas não há como negar que a oportunidade era uma das melhores com a maioria dos adversários diretos tropeçando na rodada. Pior para os corais, que jogam fora uma boa chance de acender de vez a luta pelo acesso. Marcílio e Lelê fizeram os gols do Santa Cruz, enquanto que Henrique e Carlão, duas vezes, anotaram os dos donos da casa.
Para reagir na competição, o Tricolor, que está em oitavo com 31 pontos, vai ter que vencer o América-MG, no Arruda, na próxima rodada. Já o Paraná, respira um pouco em relação ao rebaixamento e vai para 14º com 26 pontos. Os paranistas encara o Boa Esporte na rodada seguinte.
Falhas nos contra-ataques custam caro ao Tricolor
O gol de Marcílio no começo da partida era tudo que o Santa Cruz queria para por em prática a sua estratégia de explorar os contra-ataques no campo. Mais tranquilo, o Tricolor recuou, deu a posse de bola para o adversário e esperou o Paraná abrir os espaços para dar o bote. Assim, os contragolpes surgiram naturalmente. O problema é que os corais falharam com um contra-ataque lento e com erros de passes. Praticamente nenhum deu certo no primeiro tempo.
Os erros custaram muito caro para a equipe de Marcelo Martelotte. Não que o Paraná fosse um time de alto nível, mas jogando com tanta posse de bola à disposição era difícil não levar algum tipo de perigo, mesmo que na base da vontade. Dessa maneira, os donos da casa não só empataram e viraram como também ampliaram o placar. Carlão foi o protagonista da vitória paranista com dois gols no começo do segundo tempo.
Verdade que não foi só o ataque falho que colaborou para a derrota coral. A defesa também deu suas “farrapadas” no gramado. Seja mal colocada ou até mesmo se atrapalhando com a bola, os defensores tricolores deram uma “mão” e tanto para os atacantes do Paraná. Se o adversário não fosse um time digno da parte debaixo da tabela, o placar final poderia ser muito pior para o Santa Cruz, que ainda descontou com Lelê. O gol, porém, foi mais fruto do abafa coral do que de um jogo organizado.

Após reações negativas, Dilma desiste de recriar CPMF


Dilma sofreu pressão de aliados, como o vice-presidente Michel Temer, e empresários / Foto: AFP
Dilma sofreu pressão de aliados, como o vice-presidente Michel Temer, e empresáriosFoto: AFP
Diante de reações negativas, a presidente Dilma Rousseff desistiu neste sábado (29) de propor a recriação da CPMF, o chamado imposto do cheque, para cobrir um rombo de R$ 80 bilhões no Orçamento da União de 2016.

A decisão foi tomada durante reunião na tarde deste sábado da presidente com os ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Nelson Barbosa (Planejamento).

Durante a reunião, a avaliação feita é que a reação contrária à ideia, principalmente de aliados e empresários, foi muito forte e inviabilizou sua aprovação neste ano.

Agora, o governo pretende fazer uma discussão de médio e longo prazos sobre o financiamento da saúde. Nestas discussões, a ideia de recriar a CPMF pode ser levantada novamente.

PRESSÃO - Além de aliados como o vice-presidente Michel Temer (PMDB), políticos e empresários, a presidente Dilma Rousseff foi pressionada também por assessores diretos a desistir de propor a volta da CPMF, o imposto do cheque, que a equipe econômica pretendia apresentar ao Congresso nesta segunda-feira (31).

O argumento da área econômica foi o de que a recriação do tributo era o melhor caminho para o governo fechar o Orçamento de 2016 e tapar um buraco de R$ 80 bilhões causado pela continuação da queda da receita federal em 2016.                                                                    Fonte NE10

28 de agosto de 2015

Família procura por pistas sobre paradeiro de estudante do IFPE desaparecido

Oscar Romero Barros de Lima, de 16 anos, foi visto pela última vez no último dia 20                                                                       De acordo com a sua mãe, Gisélia Lima, ele trajava uma camisa e calça preta, um coturno e uma jaqueta militar na última vez que foi visto / Foto: Divulgação

De acordo com a sua mãe, Gisélia Lima, ele trajava uma camisa e calça preta, um coturno e uma jaqueta militar na última vez que foi visto

Foto: Divulgação

Um estudante do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) está desaparecido desde o último dia 20 deste mês. Oscar Romero Barros de Lima, de 16 anos, está no 4º período do curso de Mecânica, foi visto pela última vez no bairro de Curado I, em Jaboatão dos Guararapes, Grande Recife.
De acordo com a mãe, Gisélia Lima, ele trajava uma camisa e calça preta, um coturno e uma jaqueta militar. "Algumas pessoas me disseram que o viram durante três dias no Terminal Integrado de Passageiros (TIP) e que, em um deles, foi visto com um homem barbudo", afirma. Ela conta que, quando chegou ao terminal, um vigilante do local disse que o jovem tinha ido embora em uma bicicleta.
Gisélia afirma que procurou a Gerência de Proteção à Criança e ao Adolescente (GPCA), em Prazeres, também em Jaboatão, mas, até o momento, não obteve respostas.
Quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro de Oscar pode ligar para os telefones (81) 98506-8600, 99754-3209, 98776-0206, além do telefone da GPCA, 3303-8074.

Delegados de Pernambuco obtêm na Justiça devolução de descontos feitos por Paulo Câmara


1
Sem alarde, na quarta-feira, a Justiça de Pernambuco determinou através de liminar que o Estado devolva valores descontados dos salários de quatro delegados de polícia que se negaram a participar de plantões criados pela Chefia de Polícia da Secretaria de Defesa Social (SDS).
A liminar foi concedida no dia 26 pelo juiz Breno Duarte Ribeiro da 1ª Vara da Fazenda da Capital.
Os delegados Sara Gouveia, Margarete Galdino, Paollus Edwardo e Abraão Didier se negaram a cumprir escalas de plantão no mês de julho. Em razão disto, tiveram seus salários descontados pela SDS e pela Polícia Civil. Eles reclamaram que a decisão foi arbritária e que os plantões eram clandestinos.
Para a Adeppe (Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco), os descontos foram feitos com claro intuito de coagir os delegados a cumprir as escalas, mas não funcionou. A Adeppe ingressou com ações judiciais e vem obtendo êxito em todas elas.
“Os delegados trabalham 40 horas semanais e, neste caso, foram escalados para trabalhar no sábado e domingo, perdendo o direito ao seu repouso semanal remunerado. Obviamente, todos se negaram e a SDS passou a perseguir os servidores, instaurando processos administrativos e efetuando descontos no salário”, acusa a entidade sindical.
No mês de julho os delegados resolveram em assembleia da categoria deixar o PJES (Programa de Jornada Extra da Segurança), que servia de suporte para manutenção dos plantões no interior do Estado. Com a decisão judicial, o Estado terá que devolver os valores aos delegados sob pena de multa diária de R$ 500, em caso de descumprimento. A categoria comemorou a decisão.
No mesmo dia da decisão judicial, o Sinpol realizou o “Dia Estadual de Mobilização” , em dez cidades do estado de Pernambuco. Panfletos denunciavam a falta de estrutura e condições de trabalho. “Governo do Estado sucateia quem investiga e soluciona os crimes”, diziam as faixas.
Em Recife, o ato foi realizado, ás 9h, na Praça do Derby. Simultaneamente, outros atos foram realizados em Palmares, Goiana, Serra Talhada e Salgueiro. No agreste pernambucano, Caruaru e Garanhuns. Diretores do Sinpol também foram até Petrolina. Rafael Cavalcanti, vice-presidente do Sindicato, e o secretário geral, Douglas Lemos, realizaram um ato público, junto com os policiais civis, em frente à Prefeitura.
“A violência está crescendo de uma forma assustadora em Pernambuco e o Governo do Estado não está preocupado em resolver essa situação. Não estamos nas ruas apenas reivindicando melhorias para a polícia civil. Queremos melhores condições de trabalho para realizar bem nosso papel. Não temos a quantidade necessária de policiais civis para atender bem a população, nem estrutura adequada nas delegacias. Precisamos, urgentemente, que o Governo olhe para a população pernambucana e veja que o medo está tomando conta dos cidadãos”, disse Áureo Cisneiros, presidente do Sinpol, em discurso.                                                                                                             Fonte NE10

Em Pernambuco, gás de cozinha terá reajuste de até 12% a partir da terça-feira

AS
Gás de cozinha terá reajuste. Foto: Clemilson Campos/Acervo JC Imagem.
Gás de cozinha terá reajuste. Foto: Clemilson Campos/Acervo JC Imagem.
A partir da próxima terça-feira, 1º de setembro, o preço do gás de cozinha será reajustado, em Pernambuco, entre 8% e 12%, de acordo com previsão dos próprios revendedores que operam no Estado.
O Sinregás-PE (Sindicato dos Revendedores de Gás Liquefeito de Petróleo do Estado de Pernambuco) justificou a majoração alegando variação da inflação e do aumento dos itens que compõem custos operacionais, além de dissídio coletivo da categoria no mês de setembro de 2015.
“É importante salientar que o mercado é livre e cada distribuidora pratica seu aumento, podendo variar de acordo com a companhia. Outras variáveis podem incidir no preço final, como a distancia da base ao destino final”, diz Francine Gulde, Presidente/Sinregás-PE.
“O Sinregás orienta o consumidor a procurar o melhor preço e as melhores condições apenas nas revendas autorizadas. Elas possuem o Gás de Cozinha com procedência comprovada e profissionais treinados e capacitados”.

Primeiras Empresas aderem Ao EPI e receberão R $ 5,7 mi EMPREGOS parágrafo Manter


Ministro Manoel Dias Entrega Termos de adesão parágrafo As Três Primeiras Empresas aprovadas PARA O Programa / Foto: Valter Campanato / Agência Brasil
Ministro Manoel Dias Entrega Termos de adesão parágrafo As Três Primeiras Empresas aprovadas PARA O ProgramaFoto: Valter Campanato / Agência Brasil
As Três Primeiras Empresas that aderiram Ao Programa de Proteção ao Emprego (PPE) receberam Nesta sexta-feira (28) do ministro do Trabalho, Manoel Dias, OS Termos de adesão Ao Programa. Segundo o Ministério, Serao gastos R $ 5,7 Milhões fazer Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) com uma adesão dessas Empresas, mas o Governo deixará de Gastar R $ 11,5 Milhões com seguro-desemprego, o Uma Vez Que OS Empregados NÃO Serao demitidos. Somadas As Três Empresas, 2,5 mil Serao Trabalhadores Beneficiados. São Duas Empresas do Setor automobilístico e de metalurgia Uma: Grammer do Brasil, Rassine NHK Autopeças e Caterpillar do Brasil. A aderiu com Rassine 551 Empregados Por Um Período de Três meses. A Granner, COM 451 Empregados, aderiu POR SEIS meses, Assim Como a Caterpillar, com adesão de 1.498 Empregados. "A finalidade do Programa E a Manutenção do Emprego. Os Trabalhadores alcançados cabelo Programa Terao mantidos SEUS EMPREGOS, apesar de Todas quanto dificuldades. ALEM DOS EMPREGOS, manterão OS DIREITOS Trabalhistas e Previdenciários. ISSO Com, economizamos nenhum Pagamento do Fundo de Garantia, Que seria pago sem Caso de dispensa sem justa causa ", Disse Dias, apos a Assinatura dos Termos de adesão. O PPE permite a Redução Temporária da Jornada de Trabalho, com diminuição Até 30% Salário fazer. O Governo Arcara com 15% da Redução salarial, usando Recursos fazer Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). O Programa de e válido Até o final de fazer ano que a VEM, mas o ministro descartou a possibilidade NÃO de prorrogação. Agora, o Governo passará como INFORMAÇÕES A Caixa Econômica Federal, that cuidará dos Pagamentos oriundos do FAT. À partir de setembro, como Três Já Empresas poderão aplicar um Redução de jornada AOS Funcionários. O Ministério informou AINDA that Mais sete Empresas demonstraram Interesse em Aderir ao Programa e estao em fase de Acordos com sindicatos dos Trabalhadores. "MUITAS Empresas buscam INFORMAÇÕES e estao Preparando uma Documentação. Pelas notícias that TEMOS, Mais Empresas Vao Aderir ao PPE ", afirmou o ministro. QUEDA DO PIB -Manoel Dias comentou Dados AINDA OS do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados Hoje, that indicaram Queda de 1,9% do Produto Interno Bruto PARA O Segundo semestre Deste ano. O ministro, no entanto, adota Uma Visão otimista fazer Cenário, e Diz Que Empresas como estao se Preparando Para Uma Retomada da Economia. "Voces SABEM Muito Bem que somos Otimistas. Buscamos sempre INFORMAÇÕES nenhuma SENTIDO de sabre, não Empresarial Setor, como Quais São Expectativas. NÓS Nos reunimos Aqui no Mês de janeiro com varias áreas da Economia e boa parte delas estima Que teremos hum Período de Adaptação.Todas estao se Preparando Para a Retomada e Pará embarcar no trem, that vai voltar a correr. "

Boneco inflável de Lula é rasgado e gera confusão em São Paulo


Boneco inflável de Lula é estourado em São Paulo. Foto: Zanone Fraissat/FolhaPress.
Boneco inflável de Lula é estourado em São Paulo. Foto: Zanone Fraissat/FolhaPress.
Da FolhaPress
Apoiadores e opositores do governo Dilma se envolveram em confusão nesta sexta-feira (26) depois que um boneco inflável do ex-presidente Lula vestido de presidiário foi rasgado no viaduto do Chá, na frente da Prefeitura de São Paulo.
Apelidadeo de “Pixuleco”, o boneco que ganhou fama instantânea durante as manifestações pró-impeachment de Dilma Rousseff do dia 16, iniciou um tour pelo país. Nesta manhã, foi exibido na zona sul de São Paulo.
A confusão envolvendo o boneco começou depois que um homem que passava pelo local tentou danificar o equipamento usado para inflá-lo.
O homem foi contido pela Guarda Civil Metropolitana. Em seguida, foi hostilizado pelos manifestantes, que tentaram agredi-lo e interromperam o trânsito no viaduto por alguns minutos.
“Eu não sou obrigado a ver isso aí. Fosse um boneco de 5 cm do Alckmin alguém dava um tiro em dois segundos”, afirmou o rapaz, que não quis se identificar.
Nesse momento, simpatizantes do governo que foram atraídos pela movimentação começaram a trocar ofensas com o primeiro grupo de manifestantes e gritar em apoio à presidente Dilma Rousseff e a Lula.
Na confusão, alguém fez um rasgo no boneco, supostamente com uma faca. A GCM prendeu a estudante de direito Emanuele Tomaziel, 21, apontada pelas lideranças da manifestação como responsável pelo rasgo.
Por telefone, Emanuele negou que tenha furado o boneco. “Estava no meio da confusão e me pegaram”, afirmou.
Depois do incidente, o boneco foi desinflado pela empresa contratada pelos movimentos pró-impeachment. Os líderes dos movimentos foram embora em seguida, mas opositores e simpatizantes do governo continuaram discutindo, observados pela GCM e pela PM.
O incidente foi lamentado por Ricardo Honorato, integrante do Movimento Brasil e responsável por ter levado o boneco ao protesto em Brasília.
Segundo ele, “Pixuleko” passará por novo “check-up” e não interromperá seu tour por outras cidades brasileiras. “Não é isso que vai nos impedir de ele viajar por todo o país, mesmo que a cada aparição ele tenha de ser consertado”, disse.
A ideia é que o boneco inflável faça aparições públicas em cidades do interior de São Paulo, que ainda não foram definidas.
Com pedidos de visitas em todo o país, o Movimento Brasil ainda decide se “Pixuleko” deve continuar no próximo mês na região Sudeste, em Estados como Minas Gerais e Espírito Santo, ou trilhar caminhos mais longos: viajando à região Nordeste.
A alegoria de plastico foi batizada em referência ao termo usado pelo ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto para se referir a propina, segundo o empreiteiro Ricardo Pessoa, delator da Operação Lava Jato.
‘DESTRUIÇÃO’
O presidente do PT, Rui Falcão, disse nesta sexta que a exibição do boneco como se fosse um ladrão faz parte de uma campanha de destruição da imagem do PT.
Citando uma expressão usada num artigo do ex-prefeito do Rio Cesar Maia (DEM), ele diz que há uma tentativa de derretimento da imagem de Lula. “Estão tentando derreter o Lula para destruir o PT. Eles sabem qual é a liderança, qual é a força politica que tem o PT. Isso já vinha antes de a gente ter a Presidência. Tem uma série de episódios de tentar destruir o PT e destruir o Lula. São os mitos: casa do Morumbi, fortuna do Lula, conta no exterior, uma série de ataques”.
Segundo Falcão, o PT também é alvo de ataques. “Era da bagunça, da greve, os barbudos. Isso faz parte da campanha de tentativa de destruição”, disse.
Anterior Inicio