sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Jovem que levou carro em test-drive em Curitiba agora é suspeita de roubo

Segundo a Polícia Civil, ela roubou um óculos de R$ 736 de uma ótica.
Advogado da jovem disse que ela agiu em 'situação de desespero'.                                                                                         


Thais KaniakDo G1 PR
Fabiana Godk é suspeita de roubar um veiculo durante o test-drive, em Curitiba (Foto: Divulgação/Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos)Fabiana Godk é suspeita de roubar um veiculo durante o test-drive, em Curitiba (Foto: Divulgação/Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos)
A jovem acusada de ter furtado um carro de uma concessionária de Curitiba durante um test-drive em maio de 2013 é considerada foragida pela Polícia Civil. Ela é suspeita de ter roubado um óculos de grau no valor de R$ 736 de uma ótica, segundo o delegado Renato Figueiroa. Um Boletim de Ocorrência foi registrado no 8º Distrito Policial (DP) pelo dono do estabelecimento e, conforme o delegado, Fabiana Sporh Godk será indiciada pelo crime de roubo.
O caso aconteceu em outubro. Nesta quinta-feira (20), a mãe de Fabiana prestou depoimento à polícia e devolveu o óculos roubado, ainda segundo o delegado.
Ao G1, o advogado Igor José Ogar, que representa Fabiana, disse que sua cliente agiu em uma "situação de desespero". "Ela estava desesperada porque a mãe não estava em condição de pagar e não consegue enxergar sem o óculos", explicou o advogado. Ele garantiu que ela deve se apresentar à polícia nos próximos dias e esclarecer os fatos

20/11/2014 12h40 - Atualizado em 20/11/2014 21h29 Banco Central bloqueia R$ 47,8 mi de 16 pessoas e 3 empresas na Lava Jato

Valores foram bloqueados por determinação da Justiça Federal do Paraná.
Executivo da Engevix foi quem teve o maior valor bloqueado: R$ 22,6 mi.                                                                                            Operação Lava Jato na primeira instância, que cumpriu a decisão judicial que determinava o bloqueio das contas de 16 suspeitos de envolvimento no esquema de corrupção que atuava naPetrobras e de três empresas investigadas. Segundo o ofício enviado pela autoridade monetária à Justiça Federal do Paraná, foram bloqueados R$ 47.887.164,89 (veja a lista completa dos bloqueios ao final desta reportagem).

Sérgio Moro havia determinado na última terça-feira (18) a quebra do sigilo bancário e o bloqueio de bens de 16 dos 23 presos na Lava Jato, além das três empresas ligadas aos investigados. No documento enviado ao Banco Central, o magistrado solicitava dados sobre contas, investimentos e outros ativos mantidos entre os dias 5 e 18 de novembro deste ano. O juiz federal também havia determinado que o Banco Central bloqueasse valores depositados nas contas dos suspeitos.
Entre os investigados que tiveram as contas bancárias bloqueadas estão o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque, que tinha R$ 3,2 milhões depositados em bancos brasileiros, e o lobista Fernando Soares, conhecido como "Fernando Baiano", que somava R$ 8,8 mil.
Duque é apontado por delatores como um dos operadores do esquema de corrupção que superfaturava projetos da Petrobras para assegurar pagamento de propinas a executivos da estatal e partidos políticos. Preso pelaPolícia Federal na última sexta (14), ele está detido na Superintendência da PF em Curitiba.

Por meio de nota, a defesa do ex-diretor informa que ele nega ter participado de "ilícitos cometidos na Petrobrás". Segundo a nota, Duque "se coloca à disposição de todos os órgãos envolvidos nas apurações sobre a Petrobras para esclarecimentos".

Velório de Thomaz Bastos reúne lideranças políticas

Da Agência Brasil
Ex-ministro morreu no início da manhã desta quinta-feira (20), aos 79 anos / Foto: STF
Ex-ministro morreu no início da manhã desta quinta-feira (20), aos 79 anosFoto: STF
O velório do advogado criminalista e ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos reuniu lideranças de partidos que disputam o cenário político brasileiro. Além da presidenta da República, Dilma Rousseff, e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, passaram pelo velório lideranças como o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), candidato derrotado à vice-Presidência da República, nas últimas eleições, e o deputado federal Paulo Maluf (PP).
A maioria das autoridades, no entanto, eram do PT, como o ministro Aloizio Mercadante, da Casa Civil; o prefeito de São Bernardo e ex-ministro do Trabalho, Luiz Marinho; e o governador eleito de Minas Gerais e ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel. Também compareceu o vice presidente da República, Michel Temer.

Anfavea: IPI para automóveis sobe em 1º de janeiro

Da Agência Brasil
Moan disse que a elevação do IPI a partir de 1º de janeiro é uma decisão do governo e não uma suposta manobra das montadoras para melhorar a venda de automóveis no fim do ano / Foto: Reprodução
Moan disse que a elevação do IPI a partir de 1º de janeiro é uma decisão do governo e não uma suposta manobra das montadoras para melhorar a venda de automóveis no fim do anoFoto: Reprodução

O Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) dos automóveis será elevado a partir de 1º de janeiro, segundo o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan. Ele  esteve reunido, em Brasília, com o ministro da Fazenda, Guido Mantega. O governo reduziu o IPI em maio de 2012 para  judar a manter a economia aquecida.
Após o encontro, Moan indicou que o ministro, em nenhum momento, sinalizou prorrogar a permanência do imposto reduzido para carros. Anteriormente, outros integrantes da equipe econômica já tinham antecipado que o IPI voltaria em 2015 com as alíquotas cheias.
Moan disse que a elevação do IPI a partir de 1º de janeiro é uma decisão do governo e não uma suposta manobra das montadoras para melhorar a venda de automóveis no fim do ano. “É uma decisão que está tomada. Vamos continuar trabalhando [com um cenário de elevação do IPI] na produção, nas promoções e vendas”, disse o executivo.

Cerca de 1,5 milhão de pessoas fica sem água na RMR

Do NE10
Recife, Jaboatão, Camaragibe e São Lourenço da Mata estão entre os municípios que ficarão sem água durante três dias / Foto: reprodução
Recife, Jaboatão, Camaragibe e São Lourenço da Mata estão entre os municípios que ficarão sem água durante três diasFoto: reprodução
Uma manutenção no Sistema Tapacurá irá deixar cerca de 1,5 milhão de pessoas sem água na Grande Recife. A ação de manutenção integrada do sistema vai permitir o aumento da capacidade de água em até 10%. Para a manutenção será necessário paralisar todo o Sistema Tapacurá por 72 horas atingindo várias localidades da Região Metropolitana do Recife (RMR), a partir desta segunda-feira (24). A retomada do abastecimento será gradual.
A interrupção de distribuição de água vai ocorrer das 20h da segunda-feira (24) até as 20h da quinta-feira (27). Recife, Jaboatão, Camaragibe e São Lourenço da Mata estão entre os municípios que ficarão sem água durante os três dias da paralisação.
Em alguns bairros que recebem contribuição do Sistema Pirapama, haverá esquema de rodízio. Isso ocorre porque os sistemas produtores da Compesa funcionam de forma integrada, podendo haver remanejamento entre eles a fim de equilibrar a distribuição.
Além do aumento da produção de água, a manutenção vai permitir a melhoria do abastecimento na região de Jaboatão Centro. De acordo com informações da Compesa, a ação também vai permitir maior regularidade e confiabilidade do sistema, minimizando riscos de falhas graves que possam acarretar longas paralisações emergenciais, sobretudo durante o período de festas de fim de ano.
Durante a suspensão do fornecimento de água, carros-pipa serão disponibilizados, em caráter emergencial, para hospitais, maternidades, escolas, abrigos e demais órgãos públicos de atividades essenciais. 
Confira as localidades atingidas pela paralisação:

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Morre em São Paulo o ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos

Ele tinha 79 anos e tratava de uma descompensação de fibrose pulmonar                      Morreu no início da manhã desta quinta (20), aos 79 anos, o advogado e ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos. Eles estava internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para tratamento de descompensação de fibrose pulmonar, de acordo com boletim médico do hospital do dia 18. Ele foi ministro durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, entre os anos 2003 e 2007.

    Entre ações dele quando esteve à frente da pasta, destacam-se a aprovação do Estatuto do Desarmamento, em 2003; e a aprovação da Emenda Constitucional n° 45, conhecida como a Reforma do Poder Judiciário, em 2004.
    Imagem de Arquivo/Agência Brasil

    Márcio Thomaz Bastos foi ministro durante governo do ex-presidente Lula, entre 2003 e 2007
    Natural de Cruzeiro, no interior paulista, Bastos formou-se em direito pela Universidade de São Paulo (USP) em 1958, tendo atuado no ramo do direito criminal. O ex-ministro foi vereador pelo Partido Social Progressista (PSP) na sua cidade natal de 1964 a 1969. Foi representante das entidades de classe dos advogados, presidindo a seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entre 1983 e 1985.

    MPPE recomenda maior integração e melhorias na sinalização de ciclofaixas

    No Recife, rotas não são conectrquivo Folha

    Prefeitura terá 20 dias para adotar medidas
    O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou que a Prefeitura do Recife adote, em um prazo de 20 dias, medidas para estimular o uso das bicicletas como meio de transporte e garantir a segurança dos usuários nas ciclovias e ciclofaixas. O objetivo é pleitear junto à administração municipal a elaboração e implementação de um plano cicloviário que preveja a interligação das atuais rotas cicláveis, a criação de novos percursos e a conexão do modal com o sistema de transporte público.
    O entendimento que motivou a medida é o de que as rotas para bicicletas existentes na Cidade não se conectam entre si. Além disso, a sinalização das mesmas, especialmente as que só contam com pinturas demarcando seus limites, não garantem a integridade física de seus usuários. Por essa razão, a 12ª Promotoria de Justiça de Meio Ambiente da Capital recomendou a instalação de barreiras físicas, como tachões ou blocos de concretos, para impedir que veículos automotores invadam os espaços das bicicletas.
    Também foi pedido que a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) garanta a fiscalização das ciclorrotas por meio de câmeras de monitoramento e de agentes. Outra medida estipulada pelo MPPE é a construção de bicicletários em parques, praças e prédios públicos do Recife.

    Procurada pela reportagem, a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) esclareceu que só poderá se pronunciar sobre as recomendações quando for notificada oficialmente pela entidade.adas e não oferecem segurança, avalia instituição

    Detentas promovem tumulto na Colônia Penal Feminina do Recife

    Batalhão de Choque foi mobilizado para conter tumulto
    Atualizado às 11h22
    A Colônia Penal Feminina do Recife, no bairro do Engenho do Meio, Zona Oeste da cidade, foi alvo de uma manifestação de suas detentas por volta das 8h desta quarta-feira (19). Fogo foi ateado em colchões e houve tumulto. De acordo com populares, as detentas exigem a saída de três funcionários da Colônia, pois elas os consideram como carrascos.
    Por volta das 9h o fogo havia sido controlado. Durante a confusão, quatro presas tiveram de ser levadas para um hospital. Uma delas recebeu um tiro de bala de borracha e outra teve um ataque de epilepsia. Demais tiveram ferimentos. Familiares se encontram na porta do local para saber de mais informações. Às 10h30 o Batalhão de Choque chegou ao local, apesar que a situação já se encontrava controlada.
    De acordo com o Coronel Clinton Dias, Superintendente da Segurança Prisional, afirmou que irá abrir uma sindicância ainda neste dia para apurar se houve excessos, seja por parte dos agentes penitenciários ou por parte das detentas.
    No inicio do ano, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) fez uma vistoria no presídio e constatou que o local abrigava o triplo de sua capacidade. Até aquele momento, havia 897 mulheres, enquanto que a colônia deveria ter no máximo 290.

    terça-feira, 18 de novembro de 2014

    Alvo da torcida, Canindé admite parcela de culpa

    GUSTAVO LUCCHESI/FOLHA PE
    Alvo principal das críticas da torcida, o treinador Oliveira Canindé concedeu entrevista coletiva sob um clima de tensão. Enquanto respondia as perguntas dos jornalistas, um grupo de torcedores xingavam o técnico do lado de fora da sala de imprensa. Com bastante serenidade, ele falou sobre os motivos que fizeram a Cobra Coral praticamente deixar a chance do acesso escapar.
    SOBRE A DERROTA PARA O SAMPAIO CORRÊA
    Foi exatamente o que nós não esperávamos. O primeiro tempo foi razoável, mas depois do primeiro gol tomado a equipe se perdeu e não conseguimos reagir.
    LIMITAÇÕES DO ELENCO
    Talvez tenhamos chegado ao nosso limite, mas sempre tento tirar o máximo de cada atleta. Vários jogadores estão cansados, mas você conta com o jogador até o fim. Mas, infelizmente, faltam algumas opções. Keno reclamou de cansaço, assim como Tiago Costa e outros. É complicado.
    ACREDITAR OU NÃO NO ACESSO
    Não sei se dá ainda, pois não vi todos os resultados. Mas vamos fazer o nosso melhor, pelo menos honrando o clube. Futebol é assim, as vezes você não corresponde. Mas a motivação e empenho não faltarão. Tem hora que não dá.
    FALTA DE UM JOGADOR DECISIVO
    Faltou um jogador para chamar a responsabilidade. Infelizmente. Temos um elenco que mescla juventude com experiência, mas nessa hora tem que ter aquele atleta que cresce. Não adianta você justificar e explicar para torcedor, pois ele vive de paixão e emoção.
    PERDA DE FOCO
    Não gostaria de acreditar que o Santa perdeu o foco. Deixo isso para vocês que cobrem o clube julgarem.
    CRÍTICAS, XINGAMENTOS DA TORCIDA E PARCELA DE CULPA
    É natural você receber críticas. Quem convive tem que aprender a lidar com isso. Tentamos fazer de todas as maneiras que dava para acreditar, mas vamos fazer o nosso melhor. Se tenho a minha parcela quando o time estava bem, também tenho minha parcela agora que o time está mal.

    Apac emite alerta de chuvas intensas na Mata Sul e no Agreste do Estado

    Acúmulo será causado por atuação da Zona de Convergência do Atlântico Sul                       A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) divulgou, na tarde desta terça-feira (18), um alerta de ocorrência de chuvas fortes no Estado. A intensificação das precipitações está ocorrendo por conta da atuação da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) na região.

    As áreas mais afetadas por acumulados de chuvas serão a Mata Sul e o Agreste do Estado. O alerta vale até a tarde desta quarta-feira (19).
    No Sertão, o mau tempo provocou transtornos. Uma família está desabrigada e outra desalojada, desde domingo (16), em Petrolina.